Why are you so far from me?


Finalmente baixei aquele aplicativo pro meu celular. Aquele que você disse milhares de vezes e que eu nunca me importei, até agora. Às vezes eu fico olhando as estrelas e descubro que quando durmo as suas constelações, àquelas que você mais falava, ficam logo acima da minha cabeça.

Quem perde o teto, ganha as estrelas. Eu ganhei muito mais que isso. Ganhei valores e entendi coisas que eu te juro, que nunca pensei entender. Talvez eu só precisasse mesmo, sair sem direção, sem nenhum rumo. Apenas pra ir olhar as estrelas com os amigos. Foi o que eu fiz. Fazia tempo que não as olhava. Parei para observá-las calmamente e estudá-las. Inclusive, comprei meu telescópio que fica no andar de cima. Não há sensação melhor que olhar esses astros e principalmente as “Três Marias” as minhas favoritas; Mintaka, Alnilan e Alnitaka.

É. Mas não adianta. Eu não acredito nessa superstição que diz que apontar um dedo para as Três Marias faz com que uma (ou três dependendo da versão) verrugas, nasçam no dedo. Assim como deixei de acreditar em certas coisas que antes que faziam parecer bem. Só pareciam.

É nessa hora que eu olho as horas, e vejo que está na hora de ir observá-las. É. Te digo com certeza, as estrelas me lembram você.

Antes, eu ficava horas e horas olhando as estrelas sem motivo ou razão, só pelo simples prazer. Eram como convites, quando não havia nada para se fazer. Hoje, sete anos depois, me desacostumei com o clima e com essa mania, que herdei de meu pai. Hoje, só quando vou dormir, dou uma piscadela e uso esse app. 

Fico a noite inteira se o sono permitir, observando essas luzes brilhantes lembrando-me do Pequeno Príncipe que você é. Assim como não dá para contar tantas estrelas no céu, infinitamente mais, estou fazendo por você. Não é porque o céu está nublado, que as estrelas morreram, certo? Mas dai pego no sono e sou tomada pelo cansaço, e com certeza, devo sonhar com algo que me faça feliz, ou mais do que certo, com as estrelas.

Eu sou sua estrela, mas você nunca olha para o céu. Mas um dia sei que vai sair por ai para tentar me encontrar. E talvez, eu seja só um anjo e todas as vezes que olhardes para o céu, as estrelas e a lua farão lembrar-se de mim. Só tenho que me conformar, você tinha asas e queria voar. Não é o sol, mas sim as estrelas que iluminam o céu negro, guiando-nos. 

Mas uma coisa é certa, talvez quero até que me desculpe por isso, mas as estrelas sempre me farão lembrar você.

- Geissiane Aparecida de Aguiar

4 comentários

  1. Amei a cronica do app. Voce tem futuro rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha Obrigada por comentar novamente ♥

      Excluir
  2. Lindo texto, mto bom. Bjs

    http://asgarotasdonl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Topo